Estreia da Semana: "Um Dia"

 “Um dia” é uma adaptação Hollywoodiana do livro de mesmo título de David Nicholls, que tem estreia marcada para o Brasil nessa sexta-feira (02).  Nos papeis principais de Emma Morley e Dexter, temos a sempre incrível Anne Hathaway – afinal, quantos conseguem sair de um filme infantil do Disney Channel e ir parar na A-list de Hollywood, com indicação ao Oscar e vários filmes maravilhosos? Não muitos! – e o também incrível Jim Sturgess, bastante conhecido por seu papel em Across The Universe.


Se você ainda não leu o livro, alerto que o post está cheio de SPOILERS!

Emma e Dexter se formaram juntos, mas ela era aquela típica tímida nerd, que apesar de sempre ter sentido algo por ele enquanto estudavam na mesma turma, nunca se declarou. Ele, o típico garanhão, rico e despreocupado, não havia notado Emma em nenhum dos anos anteriores até o dia de sua formatura, quando os dois – um pouco bêbados – vão para o apartamento dela e quase tem uma relação. Era 15 de Julho, e não esqueça essa data, afinal, os próximos 20 anos serão contados nesse exato dia e mês.

A cada ano, Emma e Dexter se encontravam no tal 15 de Julho. Nos primeiros anos, Emma se muda para Londres, sonhando com a vida de escritora, mas na verdade se esconde num restaurante mexicano, onde conhece Ian – com quem se relacionará nos anos seguintes – enquanto Dexter se torna um apresentador famoso de TV. Emma e Dexter continuaram apoiando um ao outro em seus dramas pessoais – como a doença da mãe de Dex – e a falta de coragem de Emma.
No entanto, muitos anos depois, Emma decide que, apesar de amá-lo, não gosta mais da pessoa em que ele se tornou. Metido, bêbado e desinteressado pela vida.


Mais tarde, eles se reencontram no casamento de amigos da faculdade, e é aí que decidem não mais perder o contato e também é aí que Dex entrega o convite de seu casamento para Emma e revela que será pai.
Traído pela mulher com seu grande amigo, Dexter viaja à Paris, onde Emma agora é uma conhecida escritora, decidido a ficar e se declarar para ela. Mas Emma não está sozinha. Ela namora Jean Pierre, um músico. Obviamente, Dexter se sente mal por não poder ficar com ela e resolve pegar o próximo trem de volta para casa.
Mas Emma não está disposta a perdê-lo outra vez, e corre atrás dele. Com toda sua luz e graça, Emma transforma Dex no cara que ele sempre foi por dentro, um maravilhoso e dedicado marido e pai para Jasmine, sua filha, que sempre ia visitá-los. Durante uma dessas visitas, Emma confessa para Dex que tem vontade de ser mãe, mãe do filho do homem que ela ama. Dexter, é claro, fica feliz e eles começam uma longa jornada de tentativa de uma gravidez.
Em 15 de Julho de 2006, quando Emma já estava deprimida por não conseguir engravidar, gasta sua energia na natação e manda um recado para o marido, dizendo que iria se atrasar, mas deixando claro que o amava, e que já já chegaria.
Emma nunca chegou. Foi atingida por um automóvel e morreu naquele 15 de Julho, deixando um Dex solitário, depressivo e que, enquanto não recebeu um toque de seu pai – de que ele deveria viver da mesma forma que viveria se Emma estivesse viva – e do ex de Emma, Ian, – que ele era iluminado por Emma, e só ele conseguia fazê-la feliz. Nesse dia, também 15 de Julho, Dex acordou novamente para a vida. Com o amor ainda maior por Emma, mas decidido a ser o cara que ela sempre quis que ele fosse.
Para “Um Dia” eu dou 3 pipocas.
A fotografia do filme é linda, os atores tem uma química perceptível, a história é envolvente, te prende e emociona. Mas Emma não merecia aquele final. Claro que não podemos mudar o que o autor escreveu, mas Hollywood bem que podia ter sido um pouco mais justo que o autor na hora de fazer o script do filme, não? Ainda estou com um nó na garganta e algumas lágrimas que teimam em cair enquanto escrevo essa “crítica”, porque é um amor lindo de se ver, com um final terrível. Eles tentam amenizar, mostrando Jasmine e ele, mas Emma merecia mais. 
Advertisements

One thought on “Estreia da Semana: "Um Dia"

  1. Thais Priscilla says:

    Ain, amei esse post. Eu amei e dou nota máxima pro filme até porque quando assisti já estava preparada para o final. Quando li o livro morri de chorar e não acreditava que era assim que terminava e ponto final. Foi difícil compreender mas achei que a mensagem que o autor deixou nessa história foi incrível mesmo não querendo que a Emma tivesse morrido.. Chorei muito no filme também.Aliás, estou com ele no pc e as vezes vou dar uma olhadinha em uma cena e em outra e quando vou pro final e escuto aquela música eu já começo a chorar D: Beijos,Thais P.http://thaypriscilla.blogspot.com

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s