Música: Fifth Harmony lança “Reflection”, primeiro álbum do grupo

downloadHoje é um dia especial para as harmonizers de todo o mundo. Depois de uma sequência de adiamentos e de uma mudança na escolha da capa do CD, o  primeiro álbum do Fifth Harmony, “Reflection”, finalmente chegou às lojas – e a espera de quase três anos parece ter valido à pena.

8e5097b89a214d6896a206c7e11ab69a A primeira faixa do álbum, “Top Down”, é – provavelmente – a música mais fraca. Os singles Bo$$ e Sledgehammer representam bem o conjunto da obra. Na maior parte das músicas, as cinco fazem o que sabem fazer de melhor: colocar todo mundo para dançar. Destaque para “This Is How We Roll”, que já vem prontinha para a pista. “Everlasting Love” e seu ever ever ever (te desafio a ir dormir sem o refrão na cabeçatem uma pegada bem Mariah Carey, que é justamente a inspiração de outra música, chamada “Like Mariah”, outra faixa dançante com uma letra super romântica- que ainda conta com a participação especial do rapper Tyga. A divertida “Them Girls Be Like” é a minha favorita. A letra e a melodia formam uma espécie de hino de todas as garotas e propagam a mesma mensagem de Bo$$ – a de que nós devemos ser donas de nossas próprias vidas. A faixa que intitula o álbum tem uma letra engraçadinha, tem um ritmo que vai de lento a super rápido – e é exatamente em “Reflection” que podemos quase tocar a influência do R&B de Beyoncé. A música poderia ter sido perfeitamente composta para Queen B. tumblr_nj7rmhkvVN1u3ybino2_500 “Going Nowhere” e “Body Rock” – assim como o álbum todo – mostram a capacidade vocal real das garotas, que é exatamente o que as destaca no cenário pop de hoje. As cinco realmente cantam. Dinah, Camila, Lauren, Ally e Normani fecham o CD de estreia com chave de ouro – ou melhor dizendo, com a participação especial da queridinha do momento, Megan Trainor. “Brave, Honest, Beautiful” tem uma letra recheada de referências a outros artistas – algo que já é marca do grupo desde “Me and My Girls” até um dos singles mais recentes, “Bo$$”. Megan e as garotas dizem que é possível dançar como Beyoncé, rebolar como Shakira, posar como Madonna e fazer um som de lamentação como Rihanna.  Resenha: "Destino" de Ally Condie - Suma de Letras Ao dar 4 baldes de pipoca a “Reflection”, penso em como seria legal se um dia o Fifth Harmony virasse referência na música de outras pessoas.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s