#MinhaPlaylist 02 – Músicas que te fazem cantar na frente do espelho

Sabe aquela música que te dá vontade de pegar a escova de cabelo e começar a cantar? É sobre esse tipo que este post está recheado! Vale embalagem de shampoo, frasco de perfume, microfone imaginário… o que você quiser! O que importa é apertar o play e se divertir! Vocês podem ouvir a playlist aqui: http://www.kboing.com.br/radio-show/playlists/2461684/1708957/

Burn – Ellie Goulding: minha música favorita no momento! A batida é incrível, o ritmo da música – que consegue variar entre lento e agitado – é contagiante e a voz de Ellie é uma das mais bonitas que já ouvi, tão singular! Minha parte favorita? A música inteira! Por isso, vou colocar só o trechinho que não sai da cabeça: “And we’re gonna let it burn, burn, burn, burn…”.

Come and Get It – Selena Gomez: te desafio a não ficar com o “na na na na” na sua cabeça! A melodia tem um quê místico e a música vai crescendo ao longo da letra, te empolgando e fazendo mexer nem que seja só a cabeça de um lado para o outro! “When you’re rea-a-a-a-a-dy when you’re rea-a-a-a-a-a-dy, ady…”.

We Are Never Ever Getting Back Together – Taylor Swift: por favor, até quem não gosta dela ama odiá-la. A música é chiclete, tem uma letra divertida e eu adoro a melodia! Vale encarnar a “personagem” e – no meu caso – pensar num ex imaginário! Se você tiver um exemplo de verdade, melhor ainda! Uma das partes mais legais da música é quando a Taylor fala: “he calls me and he’s like ‘I still love you’ and I’m like ‘this is exhausting’, we are never getting back together. Like ever.”

Don’t Forget – Demi Lovato: essa é clássica! É antiga e continua sendo maravilhosa. Se você assistir ao clipe, dá para sentir a vibe e imitar a Demi na frente do espelho. O movimento clássico de ombros é sempre uma boa pedida! Definitivamente é diferente das músicas anteriores por ser bem triste, mas os sons da bateria e da guitarra dão uma animada! Minha parte favorita? O final, quando a música vai desaparecendo e ela quase chega a falar, não cantar: “Somewhere we went wrong, our love is like a song… But you won’t sing along. You’ve forgotten about… us. (e aquele DON’T FORGET baixinho haha)”

My Life Would Suck Without You:  Kelly Clarkson: você não sabe o que é se divertir se nunca cantou feito louca alguma das músicas da Kelly. Escolhi esta por ter feito um vídeo dublando há alguns anos atrás (graças a Deus não sei onde foi parar!) e me garantiu ótimos momentos! Dica: assista ao clipe! Vou falar que minha parte favorita é (novamente) a hora em que a música diminui o ritmo e ela canta: “Being with you is so dysfunctional. I really shoudn’t miss you, but I can’t let you go”.

Payphone – Maroon 5: Minha banda favorita não poderia deixar de aparecer por aqui! A letra dessa música é tão incrível que eu poderia facilmente pintá-la na parede do meu quarto para olhar e lembrar todo dia! “If happy ever after did exist, I would still be holding you like this… all these fairytales are full of s***, one more f****** love song, I’ll be sick”.

Hall of Fame – The Script: o maior desafio é conseguir aprender a letra da música, que consegue ser muito rápida em alguns momentos. Como o que vale é a intenção, rola aquele famoso “embromation” e a diversão acontece! Tem uma letra inspiradora e se você estiver precisando de estímulo para fazer algo, é uma boa pedida. “You can beat the world, you can beat the war, you can talk to God, go banging on his door”.

Ready or Not – Bridgit Mendler: apesar de só conhecer duas músicas dela, Bridgit é, para mim, a melhor cantora dessa nova “safra” de queridinhas da Disney, Nick e afins. Tem uma voz boa (inclusive ao vivo!) e os raps que ela faz nas músicas são sensacionais. Minha parte favorita (talvez, só talvez, tenha a ver com a citação de um certo casal que adoro): “Where have I seen you? You’ll be my William, I’ll be your Kate, livin’ like a fairytale”.

Grenade – Bruno Mars: sem dúvidas, um dos melhores cantores da atualidade. Ele é um dos poucos que transmitem na voz toda a emoção da letra e te faz sofrer (ou se animar) com ele! Ajuda o fato de Bruno ser o compositor, claro. “If my body was on fire, oh, you’d watch me burn down in flames. You said you love me, you’re a liar, cause you never, ever, ever did baby”.

Broken Hearted Girl – Beyoncé: fechando o #MinhaPlaylist com chave de ouro, Queen B! A letra dessa música é tão poderosa que faz você pensar que de fato, é o seu coração que foi partido! Agarre o cabo da escova com todas as suas forças e capriche na emoção! Now I’m in a place I thought I’d never be… living in a world that’s all about you and me…ain’t gotta be afraid my broken heart is free… spread my wings and fly AWAAAY, AWAAAAY WITH YOUUU”.

É isso, bookaholics! Espero que tenham gostado da #MinhaPlaylist número 2! Não esqueçam de comentar aqui embaixo. Você costuma cantar na frente do espelho? Já cantou alguma dessas músicas? Quais você canta? Não deixe de me contar.

 

Advertisements

Teen Choice Awards 2013

Imagem

O Teen Choice Awards 2013 aconteceu ontem, 11 de Agosto, em Los Angeles, nos Estados Unidos. Como toda boa premiação teen, a galera da Disney estava em peso (e senti falta do pessoal da Nick, como a Victoria Justice), e os ex-Disney também.

A véspera da premiação foi bastante tensa, pois Lea Michele anunciou que faria sua primeira aparição após a morte do namorado e colega de elenco em Glee, Cory Monteith. Toda a expectativa pairava sobre haver ou não uma homenagem a ele, tendo em vista que a premiação é da FOX, e é esse o canal que exibe Glee.

Tensões à parte, a noite iniciou com um esquisito One Direction, sem aquela interação tradicional dos meninos. Zayn parecia estar lá por pura obrigação, Niall estava perdido, assim como Louis, e os únicos que pareciam estar se divertindo eram Liam e Harry. Best Song Ever foi a escolhida para dar um gostinho do que veremos nos cinemas em This Is Us, o filme do 1D.

O 1D levou as categorias de Grupo Musical, Turnê de Verão, Single por Live While We’re Young e Música Romântica por Little Things (p.s: vocês sabiam que foi o Ed Sheeran quem compôs esta música?).

Harry Styles não chamou atenção somente quando estava no palco. Os apresentadores Darren Criss e Lucy Hale o chamaram para fazer o “twerk” (se você teve paciência para assistir ao novo clipe da Miley Cyrus, sabe do que estou falando).


Uploaded with ImageShack.us

 

sel

Selena Gomez (sem Justin, só para constar) ganhou na categoria “melhor música de fim  de namoro”, com Come and Get It. Pois é, não faz sentido. Essa música não tem a ver  com final de namoro. E TAYLOR SWIFT concorria nessa categoria. Como podem não  premiá-la numa categoria MELHOR MÚSICA DE FIM DE NAMORO?

Imagem

Troian Belisario também não curtiu.

Nick Jonas… bem, é Nick Jonas.

selenanick

 

 

 

 

 

 

 

 

Rolou imitação do Ian Somerhalder, feita pelo Darren Criss…

Imagem

E Glee ganhando por melhor série de comédia. Fazendo todo mundo chorar, claro. Homenagem, homenagem, não rolou. Mas Lea Michele surgiu para agradecer sua prancha de melhor atriz e não houve quem não deixasse lágrimas rolarem ao assistir a intérprete de Rachel dedicar o prêmio a Cory Monteith.

Imagem

Harry Styles se emocionou

Imagem

Pitch Perfect levou 4 pranchas, incluindo atriz e ator de comédia para Rebel Wilson (com sua roupa de surfista) e Skylar Astin.

Demi lovato levou a prancha de voz feminina para casa e cantou Made In The USA, com Nick Jonas na bateria. Ele recebeu um prêmio pela suas ações relacionadas ao Diabetes (ele sofre do tipo 1).

Essa é a lista das principais categorias e seus vencedores:

Choice TV Show, Drama: Pretty Little Liars

Choice Summer TV Show: Pretty Little Liars

Choice Summer TV Star, Female: Lucy Hale, Pretty Little Liars

Choice Summer TV Star, Male: Keegan Allen, Pretty Little Liars

Choice TV Actress, Drama: Troian Bellisario, Pretty Little Liars

Choice TV Actor, Drama: Ian Harding, Pretty Little Liars

Choice TV Villain: Janel Parrish, Pretty Little Liars

Choice TV Comedy: Glee

Choice TV Breakout Star: Blake Jenner, Glee

Choice TV Scene Stealer, Male: Chord Overstreet, Glee

Choice TV Actress, Comedy: Lea MicheleGlee

Choice Sci-Fi/Fantasy Show: The Vampire Diaries

Choice TV Actor, Sci-Fi/Fantasy: Ian Somerhalder, The Vampire Diaries

Choice TV Actress, Sci-Fi/Fantasy: Nina DobrevThe Vampire Diaries

Choice Action Show: NCIS: Los Angeles

Choice TV Actor, Comedy: Jim Parsons, The Big Bang Theory

Choice Summer Music Star, Female: Selena Gomez

Choice Female Artist: Demi Lovato

Choice Male Artist: Justin Bieber

Choice Single By A Female: “Heart Attack,” Demi Lovato

Choice Single By A Male: “Beauty And A Beat,” Justin Bieber

Choice Rock Group: Paramore

Choice Summer Song: “We Can’t Stop,” Miley Cyrus

Choice Breakout Group: Emblem3

Choice Summer Music Star: Bruno Mars

#8 Quinta-Feira Musical

Hello, bookaholics! Desculpem pelo sumiço, mas é que ainda está tudo uma loucura em relação à minha mudança para outra cidade, mas eu tinha que vir aqui e deixar vocês bem atualizados sobre as novidades musicais da semana! E como eu poderia fazer isso sem falar do Grammy, que aconteceu Domingo passado?
Como em toda boa premiação, esta que vos fala ficou acordada até 1:30 da manhã assistindo a tudo, cantando, criticando e rindo sozinha na sala! Mas valeu, pelo menos agora eu sei o que vale apena ou não falar pra vocês! Ninguém discute que a noite realmente foi de Adele, a inglesa de apenas 22 anos. Eu não posso mentir para vocês e dizer que não ouço Adele. Eu ouço. MESMO. Você também ouve, todas nós ouvimos. Seja porque estamos afim ou porque conhecemos alguem que está ouvindo e acabamos escutando também. O fato é que: todos conhecem a Adele. E sabem que ela tem uma voz incontestável, um talento nato para escrever sobre término de namoro e melodias que te deixam tão na fossa, tão na fossa, que as vezes precisamos ir lá e ouvir. 
Entretanto, para mim, a noite não deveria ter sido somente de Adele. Quem sou eu para dizer que ela não merecia todos aqueles Grammys? Não sou ninguém, apenas alguém que ouve música diariamente. Quem eu acho que poderia ter vencido assim como Adele? Posso começar a lista? Estou brincando, não são muitos assim. Mas não posso deixar de falar nele – Bruno Mars. O cara deu um show no palco, fazendo a gente viajar para gloriosos tempos da música, arrasou na coreografia e simplesmente produziu um álbum que, na minha opinião – poderia sim, ter desbancado o todo-poderoso 21. Preciso enumerar a quantidade de músicas de qualidade que o álbum de Bruno tem? Fora que ele não mantém um só ritmo. Nem um só assunto. E você pode ouvir a qualquer hora. 
Quem nunca sofreu com o amor de Grenade? Ou imaginou o amado/amada ao som de Just The Way You Are? Que já se imaginou cantando Marry You ou até mesmo tentou imitar a coreografia da incrível The Lazy Song?
Bem, como eu disse, só a minha opinião. Acabou que eu escrevi uma Bíblia aqui e não mostrei nada de música literalmente para vocês. Ah, mas deixa eu dizer só uma coisinha a mais, vai… QUEM AÍ SURTOU COM TODO MUNDO APLAUDINDO A TAYLOR SWIFT DE PÉ DEPOIS QUE ELA ARRASOU CANTANDO MEAN?
Ok, momento fangirl totalmente acabado. Juro. 
Quem mostrou música nova [SEM PLAYBACK, e esse caps ativado foi uma indireta para o Chris Brown, obrigada] foi a recém-separada Katy Perry, que surgiu num look totalmente Smurf no tapete vermelho, mas arrasou com a “declaração” ao ex-marido em The Part Of Me, que você pode conferir aqui embaixo e ler alguns trechos que eu separei. 

Olhe só para mim, estou brilhando. Fogos de artifício, uma chama dançante. Você nunca me apagará novamente. Então, pode ficar com o anel de diamante, não significa nada na verdade – aliás, você pode ficar com tudo, sim, sim, exceto eu mesma.

Para quem não viu ainda, aqui está o vídeo de Taylor Swift com Mean.
E falando em Taylor, quem aí já viu o clipe de “Safe and Sound”? Lindo. Simples. Viciante. A prova de que para um clipe ser bom não precisa da maior produção do mundo, do diretor mais badalado e que as músicas atuais sim, ainda podem ter letra. 
Acho que por hoje é só, não é mesmo, bookaholics? Me empolguei demais nesse post! Espero que não fiquem bravos pelo que eu disse. E se ficarem, comentem o porquê da irritação, ok? Adoro ver diferentes pontos de vista! Espero que tenham gostado! 
P.S: Quem ainda não viu a apresentação de Jennifer Hudson com I Will Always Love You, aí vai uma dica: VEJA. Me arrepiei na hora. Uma cantora de peso homenageando mais uma linda voz que é tirada do mundo mais cedo por conta das drogas. Uma curiosidade: O primeiro grammy de Jennifer veio das mãos da própria Whitney Houston. 

#3 Quinta-Feira Musical

Hello pipoqueiros e bookaholics! Sejam muito bem vindos a mais uma Quinta-Feira Musical! Hoje tem Kelly Clarkson, Bruno Mars e Will.I.am com a incrível Jennifer Lopez e o dono dos famosos moves like Jagger!!! 


Antes de lançar o clipe oficial de Stronger – seu novo single e título do álbum – Kelly Clarkson resolveu reunir fãs em vários lugares para ensiná-los a coreografia do clipe. O resultado ficou incrível! E a música é muito boa, fala sério. Quem não grita na parte de “WHAT DOESN’T KILL YOU MAKES YOU STRONGER”? =)


Esse vídeo do Bruno Mars já está na web há um bom tempo, mas só me deparei com ele hoje, e espero que vocês também não tenham visto ainda! Caso contrário – porque não me mandaram? haha A perfeição de voz e composição personificada – leia-se, Bruno Mars – numa versão ao vivo de It Will Rain – da trilha sonora de Amanhecer – com participação da Skylar Grey – embora mal se possa ouvir a voz dela – em Londres. Incrível. 

Will.I.am lançou essa semana o novo clipe dele, T.H.E [The Hardest Ever] uma história meio doida, meio sem nexo, mas que surge Jennifer Lopez e Mick Jagger, formando um trio jamais antes imaginado e maravilhoso, por sinal!