Livro&Pipoca Entrevista: Christine M.

Hello, bookaholics! Hoje tem estreia aqui no Livro & Pipoca na nossa parte de entrevistas, e, como vocês sabem [ou não] a pessoa que aqui escreve sonha em ser jornalista, então imaginem o quão animada ela está por poder postar a primeira entrevista do blog, hein? Tive a oportunidade de conversar online com a autora de “Sob a Luz dos Seus Olhos”, lançamento da Editora Underworld, a fofíssima Christine M. 





Christine é a pessoa que você gostaria de ter como irmã, amiga e professora! Imagine o quão incrível deve ser ter uma professora que é escritora publicada? Eu acho que a babaria muito!


Você pode encontrar tudo sobre “Sob A Luz dos Seus Olhos” clicando aqui, na página do skoob. O booktrailer você pode conferir aqui embaixo, e ficar com aquele gostinho de quero mais/ preciso desse livro AGORA! 




Olá, Chris. Acho que não poderia começar a entrevista de uma forma diferente: como e em que você se inspirou para escrever Sob a Luz dos Seus Olhos? É seu primeiro livro?
Sim, é o meu primeiro livro. Eu comecei despretensiosamente, por isso a trama foi sendo criada aos poucos. As únicas coisas nas quais eu pensei antes de começar a escrever foram: falaria de amor e usaria minhas memórias de viagem para construir os cenários e os personagens.
Vi que você também é professora. O que você ensina? Seus alunos sabem do seu lado escritora?
Eu ensino Língua Portuguesa atualmente, mas já lecionei diversas disciplinas como literatura, redação comercial, recursos humanos, gramática, etc. Eles estão descobrindo aos poucos. Na verdade todos estão descobrindo agora esse meu lado, já que eu não pensava em publicar até já ter escrito uma boa parte do livro. Escrever era um segredo. (risos)
239 pessoas [em Dezembro] já marcaram como “Vou ler” seu livro no skoob. Isso é muito para um livro que ainda não foi lançado! Como você se sente com toda essa recepção, e inclusive tendo feito já uma twitcam de sucesso? Você tem fãs!
Eu não sabia que era muito. Sou muito desligada dessas coisas, estou me habituando a todas essas ferramentas que fazem parte do processo de publicar um livro. Eu vejo essa boa recepção como o resultado de um trabalho cuidadoso feito por mim, ao escrever, e pela editora, na divulgação. Levo isso com muita serenidade, pois acredito que o mais importante ainda falta: o livro nas mãos dos leitores.
Você sempre quis ser escritora? Era algo que você já imaginava quando criança?
A primeira vez que ganhei dinheiro escrevendo foi produzindo material didático. Lembro-me de ter pensado: “Eu sabia que ainda ganharia dinheiro escrevendo”. Mas esse pensamento foi mais uma brincadeira do que uma constatação. A revelação veio mesmo ao escrever o Sob a Luz dos Seus Olhos, porque até então eu acreditava que escrever era uma habilidade, mas não um talento. Esse livro me mostrou que eu era capaz e só depois eu quis fazer disso a minha vida.
Falando sobre o livro agora. Somente com a resenha do livro, já podemos perceber que Elisa e Paul são personagens de personalidades extremamente fortes. Isso é algo que dificulta ou os aproxima de alguma forma, ou o bom e velho “os opostos se atraem” também se aplica aos dois?
Na verdade Paul e Elisa não são barreira um para o outro. As dificuldades que enfrentarão são impostas pela vida e suas surpresas. Eles não teriam problemas se a vida fosse previsível, o que nunca é.
 Califórnia, York, Angra… Lugares que a entrevistadora aqui gostaria de ir. Você já visitou? Caso contrário, como foi imaginar os dois em lugares tão especiais e descrevê-los assim no livro?
Eu nunca fui à Santa Mônica, mas a história exigia algumas cenas na Califórnia. Por isso que, mesmo sabendo que seria trabalhoso, escolhi Santa Mônica como cidade ideal para Paul e Elisa. Precisei pesquisar sobre a geografia, estilo e também gastei horas em sites imobiliários. É cansativo, mas faz parte do processo de criação. Afinal, a verossimilhança é importante para deixar a ficção interessante.
Os outros destinos foram mais fáceis por fazer parte da nossa cultura ou por eu ter visitado pessoalmente.
 Na sinopse, diz que o romance dos dois “atravessa o pitoresco”. Como assim? Você pode nos contar alguma coisa que não esteja na sinopse?
A história de Sob a Luz dos Seus Olhos vai além de narrar cenas românticas. Esse imenso amor é a lente pela qual a personagem escolhe contar a sua própria história. Dizer que a trama vai além do pitoresco é dizer que ela não é óbvia, que o leitor cairá em meio a uma avalanche de acontecimentos pelos quais não esperava.
Sob a luz dos Seus Olhos é uma história de extremo amor, mas também sobre escolhas, aquilo que somos capazes de sentir e fazer e não sabemos até que o momento chegue.
Até que ponto o amor consegue mudar esses dois? Até que ponto VOCÊ acha que é válido mudar por amor?
A verdade é que nós colocamos o valor nas coisas e pagamos por elas. No amor não é diferente. Você arriscará e pagará conforme o tamanho e a importância que tal sentimento tem na sua vida. Agora, imagine que você encontrou um amor salvador, um que te faz ser uma versão melhorada de você mesmo. É isso! Eles encontram a única pessoa no mundo que foi capaz de transformar as coisas de dentro. Imagine o valor disso! Imagine o que você estaria disposto a fazer para manter isso na sua vida.
Finalizando, agradeço pela disponibilidade e simpatia por responder a essas perguntas e desejo em nome de todos os bookaholicsque leem o Livro & Pipoca muita sorte com o livro! Estaremos aguardando para ler! O que você tem a dizer para os seus futuros leitores para quem sonha em um dia publicar um livro?
Não há outra maneira de escrever sem ser escrevendo. Ser escritor não é um título, é um ofício. Se essa é a única coisa que te faz botar a cabeça no travesseiro e conseguir dormir, faça. Escreva, estude, melhore e continue escrevendo. Não há outro jeito, não há escolha. Quem tem paixão pela escrita sofre do vício torturante de não conseguir deixar de escrever. Ser publicado é outra história e não depende de você. Então, faça a parte que lhe cabe e deixe o resto com o Universo.
Obrigada por este espaço e por toda a espera pelo lançamento de Sob a luz dos Seus Olhos.
E aí, pessoal? Gostaram da entrevista? Estão ansiosos pelo livro? Comentem aqui! Vocês também podem seguir a Christine no twitter.