Hollywood Stop #3 – Teen Choice Awards 2012

A Universal está lotada, as celebridades enchem a timeline do twitter com fotos misteriosas sobre seus vestidos e acompanhantes e os Trending Topics estão lotados de mensagens de apoio aos famosos do momento. Sim, bem-vindos à noite do Teen Choice Awards 2012!


Já peço desculpas pela minha visão “crítica” da premiação, pois já assisto desde 2007 e “meio que sei” o que já aconteceu por lá, o que deu certo ou errado e o que fez sucesso.
Logo no tapete rosa  (sim, ROSA! Já foi verde e azul em edições passadas) me assustei com a quantidade de estrelas apagadas que circulavam por ali. Vi a maravilhosa (e cara da infância) JoJo, além das gêmeas daquele filme que SEMPRE está passando na Globo, Twitches – Bruxinhas Gêmeas.

Em seguida, estrelas que sempre estiveram lá, como Selena Gomez, Demi Lovato, Taylor Swift e Zac Efron também surgiram. Demi era a apresentadora da noite juntamente a Kevin McHale (Glee) e apesar de gostar dos dois, não deu certo. MESMO. Não havia sintonia, o que resultou em vários momentos quando eles não tinham nem o que falar! O número de abertura com dançarinos do Step Up Revolution poderia ter sido bem mais animado. Até a surpresa de aniversário para Selena Gomez deixou a desejar. Suas duas melhores amigas, Demi e Taylor – além do namorado Justin Bieber – estavam presentes e nem por isso a produção cedeu um microfone para que eles animassem a homenagem.

Um momento bastante sem sentido foi quando Simon Cowell e Britney Spears (além de L.A Reid) surgiram no telão desejando boa sorte à Demi, [para quem não sabe, ela é a nova jurada do X-Factor, sendo assim, “colega” dos três]. Claramente para fazer propaganda de algo que já é bastante assistido. Em seguida, Kevin tentou fazer uma audição para o programa em pleno palco, cantando e… peraí, AQUELA é a voz do Kevin?

O No Doubt surgiu com um toque de reggae e não agradou. Não é o público da banda. As pessoas estavam ali para ver Justin Bieber! Ou One Direction, que infelizmente não estava lá mas mandou um vídeo de agradecimento engraçadíssimo por terem ganhado Choice Love Song por “What Makes You Beautiful“. 

Falando em Justin Bieber, ele ainda não conseguiu acertar Boyfriend ao vivo e quando eu pensei que seria um total desastre, ele surgiu com “As Long As You Love Me” e arrasou! A voz estava legal, a coreografia incrível e até uma homenagem a Michael Jackson no final, quando ele fez a pose famosa do Rei do Pop no final da música. Empolgou. Selena Gomez e Taylor Swift pularam, tietaram, cantaram e surtaram com Justin.

O trio de Crepúsculo subiu para agradecer um prêmio pelo “conjunto da obra”, mas também não funcionou. Outros atores do filme como Nikki Reed, Jackson Rathbone e Peter Faccinelli estavam na platéia e nem sequer foram mencionados pelos três. Fora, que no final do “discurso” Robert Pattinson e Kristen Stewart deram suas pranchas para pessoas da platéia. ISSO MESMO! DERAM! Não é de hoje que Kristen não mostra o mínimo de importância em relação aos prêmios que os fãs sofrem para homenageá-los.

FloRida levantou a galera com Sia em Wild Ones, além do DJ de Jersey Shore. Nada comparado ao fenômeno revelado pelo próprio Justin (e vale salientar que a revelação foi maior que o revelador por meses na lista da Billboard) – Carly Rae Jepsen com Call Me Maybe enquanto no telão as celebridades presentes faziam cover da música chiclete.

The Vampire Diaries levou seis pranchas para Atlanta, incluindo Choice TV Show para o elenco, Choice TV Actor e Hottie para Ian Somerhalder e “Homem que Rouba a Cena” para Michael Trevino. A versão feminina foi de Candice Accola, enquanto Nina Dobrev foi para casa com Choice TV Actress.






The Hunger Games levou melhor beijo para 
Jennifer Lawrence e Josh Hutcherson, estes que levaram também Choice Movie Actor/Actress Sci-Fi , Choice Villain para Alexander Ludwig, “Rouba a Cena no Cinema” para Liam Hemsworth além de Choice Book e Choice Movie para Jogos Vorazes. Alguém duvida quem vai dominar completamente depois que a saga Crepúsculo acabar?

Glee levou 3 pranchas e a diva Emma Stone levou 2 mesmo sem estar presente. Pretty Little Liars estava em peso com Shay Mitchell, Ashley Benson, Lucy Hale e até – acredite! – Troian Bellisario. Os maravilhosos Ian Harding, Keegan Allen e Tyler Blackburn também estavam lá e levaram a prancha de Drama de TV para casa.

Um prêmio sem-noção foi dado a Miranda Cosgrove por suas “ações de caridade” – o Acuvue Award, no entanto, não mostraram nenhuma ação da garota de iCarly.
Sem qualquer surpresa nos vencedores, sem apresentações que fizessem valer a pena correr no Youtube e assistir outra vez ou qualquer momento constrangedor das celebridades, o Teen Choice de 2012 é totalmente esquecível, mas fica aí o exemplo para que outras premiações não caiam na mesma situação. 

#3 Sábado Seriado

Sejam bem vindos a mais um Sábado Seriado, bookaholics! Hoje tem VAMPIROS [como não ter, certo?], um novo musical que promete ser o Glee para adultos e Vingança, sede de vingança. 


A série te conquista na primeira sequência de cenas. Você não consegue entender o que está acontecendo, porque um noivo está sendo assassinado na sua festa de noivado enquanto sua mãe está fazendo um discurso mega superficial para sua noiva – e ela parece estar tranquila e sabendo que ele estaria morto em segundos! Com vocês – REVENGE!

 “What goes around comes around” – Não poderia ter uma frase melhor nesse poster. Apresento-lhes [ou reapresento-lhes haha] Amanda Clarke, ou melhor, Emily Thorne – uma jovem rica que aparece como novidade num verão nos Hamptons. Sim, se você imaginou todo aquele ambiente de riqueza e falsidade, está certo. Mas não é só isso. Não é a primeira vez que Emily vai até lá, mas é a primeira vez que vai sozinha. Teve uma infância feliz com seu pai na casa que passou a alugar naquele verão, quando ainda era Amanda. Porque ela retorna? Por vingança. Todos a quem vocês irão conhecer terão de alguma forma prejudicado o pai dela, que foi preso por algo que não cometeu e esse fato levou a pequena Amanda para adoção – acabando com qualquer rastro de uma família feliz. 




Um jogo de interesses, muito dinheiro, muito luxo – e no fundo, amor também, fazem parte desse seriado. Mega aconselhado! 


Na série, Connor Paolo – o nosso conhecido e fofo Eric Van der Woodsen, de Gossip Girl, como o rebelde Declan. 


2 palavras, uma só pessoa – Steven Spielberg. Dinossauros? Tesouro? Deserto? Aventura? Não. O lendário Steven Spielberg está por trás do novo seriado musical, SMASH – produzido pela americana NBC.


A série falará sobre um grupo de artistas de personalidades diferentes que irão se reunir para formar um espetáculo para a Broadway. Muita música original também fará parte do combo que promete ser um sucesso. A incrível Anjelica Huston, da Família Adams, e Debra Messing de Will&Grace encabeçam o forte time de atores. Estrelando, a vencedora do American Idol, Katharine McPhee. Tem alguém animado aí? Alguém duvida que haverá bastante comparação entre SMASH e GLEE? 

Agora eu vou falar do meu seriado favorito [la la la] coisa que eu não consigo deixar de fazer! Vampire Diaries! Direto do ian-lovers.com, trago pra vocês algumas coisas que a Julie Plec [a manda-chuva e produtora de TVD] revelou em uma entrevista sobre Delena [nada que ainda não soubéssemos] e designou alguns dos momentos que mais a emocionaram na série. Vocês lembram quais foram os seus momentos mais emocionantes? Eu concordo com Julie em vários! 


Plec revelou que chorou quando Elena disse a frase que domina todos os tumblrs de viciados em TVD [inclusive o meu, que mal mexo] quando ela disse que “Stefan não se salvará porque a ama, Stefan se salvará porque ama Damon” – quem não se emocionou? 

Entre os momentos citados, está a morte de Jenna [AINDA INJUSTA PRA MIM] e John, no final da 2ª Temporada, Stefan lutando contra  a vontade animal de morder Elena, já na 3ª temporada e o momento de reencontro entre Anna e a mãe, também nessa temporada. 

Poxa, Julie, revela aí alguns momentos emocionantes que ainda estão por vir, né?



Você pode ver o que eu ando assistindo no meu perfil do orangotag: http://orangotag.com/user/LivrosPipoca